A Nova Direção proposta aqui é uma retomada de rumos já tomados pela Igreja. resgatar valores antigos, mas sem perder o contato com a realidade atual. A mensagem de Jesus continuará relevante, mesmo que seque a erva e murche a flor.
Tudo o que vem dele, é permanente.
O amor de Cristo por nós, sua Palavra, suas promessas e sua posição única no topo do universo, continuam sendo as mesmas, aconteça o que acontecer na base. Se for preciso, vamos mudar o rumo e voltar atrás, para bem longe da cauda.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Mala pronta

ARRUME AS MALAS PARA A MAIOR VIAGEM DA SUA VIDA:

1 Ts 3.11: "Ora, o nosso mesmo Deus e Pai, e Jesus, nosso Senhor, dirijam-nos o caminho até vós". 

Este texto deve ter levado meses para chegar ao destinatário. Foi concebido quando não havia rede social na internet, aeroportos, correio eletrônico e telefone.

Muita gente ainda não se deu conta de que nos separamos uns dos outros por uma força mais poderosa do que a distância. Tão poderosa que separa pessoas com o mesmo sobrenome, o mesmo teto, a mesma cidade. Sentamos na mesma poltrona, mas permanecemos invioláveis. Perto dos olhos, mas longe do coração. 

Se você bobear, a distância de um beijo, pode se transformar na distância de uma cuspida. Desviar o olhar de um monitor e dirigí-lo para alguém pode parecer uma viagem por por ladeiras íngremes e ruas esburacadas.

Alguns se aproximam mais de quem está na tela do seu computador do que daqueles que estão ao seu lado. No monitor podemos parecer melhores do que realmente somos.

Como descobrir o caminho de volta para o outro? Quem poderá fornecer um GPS que nos leve para fora de nós mesmos? Paulo sabia onde achar esta orientação e deu o endereço: "...o nosso mesmo Deus e Pai, e Jesus, nosso Senhor".

Acione um poder ainda maior do que o que nos separa. Ele nos cola a todos uns nos outros. Deus é pessoal e potencializa sua capacidade de colagem quando ambos se besuntam na mesma substância. Como Paulo o chama?: "O nosso mesmo Deus".

Prepare-se para esta maravilhosa viagem rumo ao desconhecido, "o outro", mas não coloque apenas roupa na sua mala, deixe um espaço prioritário para atitudes como o amor, paciência, sensibilidade, domínio próprio e misericórdia. 

Todas elas a garantia de que chegaremos ao destino final. 

Ubirajara Crespo