A Nova Direção proposta aqui é uma retomada de rumos já tomados pela Igreja. resgatar valores antigos, mas sem perder o contato com a realidade atual. A mensagem de Jesus continuará relevante, mesmo que seque a erva e murche a flor.
Tudo o que vem dele, é permanente.
O amor de Cristo por nós, sua Palavra, suas promessas e sua posição única no topo do universo, continuam sendo as mesmas, aconteça o que acontecer na base. Se for preciso, vamos mudar o rumo e voltar atrás, para bem longe da cauda.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Jardim Invadido


Deus é o único ser que se completa em si mesmo. As carências que o homem possui, todas elas, podem ser supridas em Deus, porque dele se originam todas as coisas, a vida e a essência dela. O homem precisava de uma companheira, algo que pudesse suprir o que só Ele preencheria.  Mas de onde Ele criaria uma criatura tão perfeita como Adão? 

Nada melhor... Imagino Ele ter pensado: Criarei algo fruto da minha mais perfeita criação; uma mulher.

Então o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar –Gênesis 2.21.

Ao acordar, Adão vê ao seu lado algo impressionante. Alguém diferente, mas tão idêntico a si mesmo que era impossível ele se conter. Ambos são uma junção de um só corpo, agora sim, estava completa a criação do homem. 

E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada – Gênesis 2.23.

Satanás ficou atordoado, já não bastava Deus se reproduzir em Adão, agora se recria novamente em Eva por meio de Adão. Portanto, agora Deus tinha filhos seus para se relacionar.    

Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne – Gênesis 2.24.

Entre os eventos, este é o mais impressionante, pois nada similar aconteceu. E desde então eles entraram para o topo de prioridades, para serem atacados e destruídos pelas trevas. Gerações se passaram e os problemas que as famílias enfrentam são praticamente os mesmos, algumas diferenças na forma, mas a origem continua a mesma.

A união frustrada entre vários casais é um dilema mundial. Os números alarmam até os mais céticos. Seus problemas têm refletido em todas as camadas da sociedade, empresas, escolas, igrejas. Onde a família é vítima desses problemas, todos sofrem as consequências. De filhos aos parentes mais distantes,

Alguns casais têm enfrentado o seguinte dilema: Por qual motivo, ao oficializar o casamento, ele se desintegra, em vez de fortalecer-se? 

Muitos decidem viver uma vida de fornicação e amasiamento, com receio de ser vitimado por esta estatística. Muitos preferem ter filhos, netos vivendo desta forma, argumentando que oficializar a união apenas iria criar dificuldades, em vez de facilidades. Talvez você possa ter uma lista incontável de pessoas que vivem assim e tem até indagado o motivo. Ou talvez faça parte deste quadro, possuindo os mesmos receios. Um jovem casal fazia planos para a festa de casamento, quando um deles indagou:

– Será que valerá a pena casar mesmo, tanta gente vive junto, nem por isso eles vivem mal. Lembra do meu primo?, ele tem uma vida ótima, nunca precisou ir a um cartório ou a uma igreja.

Ela olhou fixo para ele e respondeu: 

– Será que eles estão tão bem assim? Se estivessem, oficializariam a união. Você acha que seremos prejudicados, por nossa união ser oficializada e receber a bênção de Deus?

Ele ficou em silêncio, tocando os seus cabelos, e respondeu: – É isso que não entendo, eu tenho medo que após nosso casamento, tudo acabe. Conheço um casal que fez isto e tudo terminou.

É uma sensação paradoxal. Você só começa a sofrer quando decide fazer as coisas exatamente em conformidade com a Palavra de Deus. 

Em verdade vos digo, que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu – Mateus 18.18.

Não temos como desvincular a vida sentimental e a família do mundo espiritual. As trevas sabem a importância da bênção de Deus em sua vida. O equilíbrio entre a vida familiar e os sentimentos está sob ataque constante, para demonstrar que o oposto é melhor. Basta você refletir e verá e mapeará em minutos qual instituição está sob o mais intenso ataque das trevas. Muitos casais estão como águas estagnadas em seus sentimentos, principalmente depois de sofrerem vários reveses. 

Não abra mão do que foi conferido a você desde o princípio da criação, o seu complemento. Em todo evento da criação, o homem foi o único ser que precisou da complementação feminina. Não abra mão da história que Deus traçou para a sua família, não tema em receber a bênção de Deus.

Ebenezer Saint - autor do livro "Jardim Invadido"