quarta-feira, 5 de maio de 2010

AS MARCAS DA DEPRESSÃO

Durante um de nossos seminários, em uma igreja na cidade de Vila Velha, no Espírito Santo, me surpreendi com o questionamento de uma adolescente. Naquele momento falávamos sobre a depressão e a Bíblia e comentávamos que muitos homens de Deus enfrentaram este problema, inclusive Jesus, pois, quando ele estava no Getsêmani, a Bíblia diz que ele “angustiou-se até a morte, sua alma estava triste ate a morte”. Apresentei a angústia como um dos componentes do quadro depressivo e falei que ele (Jesus) sabe o que é depressão, pois em todas as coisas ele foi tentado, mas sem pecado (Hb 4.15). 

Assim, discorríamos a respeito desse assunto quando repentinamente a adolescente se levanta no meio do auditório, meio que indignada, e diz que não aceitava este ensino, porque ela não conseguia ver Jesus com depressão, pois convivia com sua mãe em constantes estado de depressão e a via trancada durante dias num quarto, sem querer ver ninguém. Ela relatou que sua mãe chorava terrivelmente, falando e procurando meios de acabar com a vida. Por presenciar esse quadro vivido por sua mãe, ela não aceitava a ideia de que Jesus também tivesse enfrentado a depressão. Naquele exato momento, fiquei sem resposta e saí daquele lugar com um sentimento de não a ter ajudado em nada. Mas meu maior desejo era parar tudo o que estava fazendo e dar um abraço naquela adolescente, pois o sofrimento da mãe era maior que a possibilidade de encontrar alguém que pudesse fazer alguma coisa.

A depressão é um quadro terrível, principalmente por não possibilitar a visão de uma saída em nada nem em ninguém. Eu podia entender aquela menina convivendo de perto com tal sofrimento, pois eu também convivi com este cenário de horror que é um estado de depressão.

Mas hoje tenho certeza de que Jesus experimentou a depressão, O texto do profeta Isaías, no Antigo Testamento, capítulo 53, diz: 

Era desprezado, homem de dores, sabe o que é padecer, o mais rejeitado entre os homens, como um de quem os homens escondem o rosto.  

Sabemos, com toda a certeza, que Jesus venceu a depressão, e prezado leitor, com certeza você também vencerá, creia nisto, confiando em Jesus.

Cláudio Oliveira da Silva

Autor do livro "Depressão, o Silêncio do alma".