A Nova Direção proposta aqui é uma retomada de rumos já tomados pela Igreja. resgatar valores antigos, mas sem perder o contato com a realidade atual. A mensagem de Jesus continuará relevante, mesmo que seque a erva e murche a flor.
Tudo o que vem dele, é permanente.
O amor de Cristo por nós, sua Palavra, suas promessas e sua posição única no topo do universo, continuam sendo as mesmas, aconteça o que acontecer na base. Se for preciso, vamos mudar o rumo e voltar atrás, para bem longe da cauda.

terça-feira, 13 de maio de 2014

Todos os motivos do mundo para orar

1Tm 2:1-3: Em primeiro lugar peço que sejam feitos orações, pedidos, súplicas e ações de graças a Deus em favor de todas as pessoas. Orem pelos reis e por todos os outros que têm autoridade, para que possamos viver uma vida calma e pacífica, com dedicação a Deus e respeito aos outros. Isso é bom, e Deus, o nosso Salvador, gosta disso.

Será que a única oração errada é aquela que você não fez? o que temos neste texto é uma lista ampla, mas que não esgota os motivos pelos quais devemos orar.

Eu mesmo, trago depositados no coração, diversos pedidos respondidos, que nem sequer foram temas de alguma das minhas orações.

Não é errado orar errado, desde que expresse desejos compatíveis com a ética cristã. Se Deus vai responder ou não, a decisão é só dele.

Quanto a oração ser a base da vida cristã, é um erro milenar.

A base e o fundamento é insubstituível: Jesus. A oração é apenas um recurso indispensável para quem deseja permanecer firme no alicerce certo.

Se me sinto bem ao orar e por isso acho que estou bem, então eu sou a base. O meu sentir não é a base da minha fé. Isto é existencialismo religioso.

Estou bem, não porque oro, mas porque estou na rocha.

Ubirajara Crespo