A Nova Direção proposta aqui é uma retomada de rumos já tomados pela Igreja. resgatar valores antigos, mas sem perder o contato com a realidade atual. A mensagem de Jesus continuará relevante, mesmo que seque a erva e murche a flor.
Tudo o que vem dele, é permanente.
O amor de Cristo por nós, sua Palavra, suas promessas e sua posição única no topo do universo, continuam sendo as mesmas, aconteça o que acontecer na base. Se for preciso, vamos mudar o rumo e voltar atrás, para bem longe da cauda.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Fanatismo em todas as versões

Em muitos lugares, como aconteceu na China, Rússia, Cuba a "não religião dominante" é quem praticava atos de fanatismo ideológicos. Os políticos brasileiros fanaticos por dinheiro mataram mais gente do que o fanatismo fascista, islâmico e cristão. Portanto, o fanatismo assassino não é apenas religioso.

É preciso manter contato próximo com pessoas e não com letras escritas em um papel, para perceber o que se passa nos corações do alheio.

O extremismo de qualquer origem acontece quando abraçamos filosofias, partidos políticos, arranjos suspeitos e raciocínios falazes. Acontece quando a fé é focada em verdades distorcidas. Para ter fé não é preciso fazer um suicídio intelectual, bem ao contrário disso a fé é inteligente.

O problema acontece quando a fé vira fé na oração, fé no poder, fé na influência do dinheiro, fé na Esperança, fé no apadrinhamento, fé no objeto mais imprevisível que existe, o ser humano, a raça da qual faço parte. Jesus espalhou fé nele mesmo e não em um sistema doutrinário ou em regras de auto ajuda.

O coração humano é demasiadamente volúvel, enganoso e enganador, pois aquilo que, para mim é acho certo hoje, continuará certo amanhã? Eu mesmo, já mudei de rumo várias vezes, mas quem nunca fez isso? Quem teria tamanha empáfia ao ponto de dizer, tão enfaticamente, que a certeza fanatiza.

Os maiores ladrões do dinheiro público defendem seus atos com argumentos gelatinosos. Um dia foi honesto, no outro rouba, mais adiante forma uma quadrilha às custas de propina e no outro, em nome da honestidade, denuncia os componentes da sua quadrilha. O que ele fará no próximo ano, ninguém sabe.

Quem não crê em absolutos, crê em oportunidades, costuras, adaptações e nos relativos. Os absolutos nos dão direção, mostram o ponto de partida, desenham o melhor traçado e revela, com antecedência, onde fica a chegada.
Certeza? Eu tenho certeza de que se bater de frente em uma jamanta a 120 por hora, não sobrará nada. Há leis de causa e efeito, que são irrevogáveis. O fato da asa delta voar, não significa que, a lei da gravidade não é uma certeza.

Quem é o homem para criar incertezas, sem que precise criar uma parafernália argumentativa, ou mecânica, à qual a maioria das pessoas nunca terão acesso. O Existencialismo nos faz voar nas asas da incerteza, andar guiados por um mapa sem saída nem chegada e nos transforma em uma carta sem remetente nem destinatário.

Se todos os habitantes do mundo fossem guiados pelas suas. Instabilidades conceituais, onde iríamos parar?

Este fui eu mesmo que escrevi. Eu tenho opiniões e não sou guiado pela opinião de pessoas que não conheço pessoalmente.

Ubirajara Crespo

#absolutos #certezas #relativismo #fanatismo #existencialismo