A Nova Direção proposta aqui é uma retomada de rumos já tomados pela Igreja. resgatar valores antigos, mas sem perder o contato com a realidade atual. A mensagem de Jesus continuará relevante, mesmo que seque a erva e murche a flor.
Tudo o que vem dele, é permanente.
O amor de Cristo por nós, sua Palavra, suas promessas e sua posição única no topo do universo, continuam sendo as mesmas, aconteça o que acontecer na base. Se for preciso, vamos mudar o rumo e voltar atrás, para bem longe da cauda.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Fé e direção

A Fé caminha em direção oposta a dúvida. Ela me diz de onde vim, onde estou, para onde vou e o quanto falta para chegar lá.

A dúvida me deixa a deriva, desinformado, iludido. Me transforma em peixe morto que sempre vai na direção da correnteza e é guiado pela tendência do momento.
A dúvida, embora tente nos convencer do contrário, apresenta sugestões e tem alguma finalidade. A mais básica é preencher o vazio de minha alma com o máximo de atividades inúteis, momentos de prazer, metas dispersivas, pensamentos fúteis e eventos vazios de significado. Dona dúvida quer me transformar em um edonista.

Quem escolheu este tipo de vida pensa mais ou menos assim: ninguém me fez, vim do nada, estou caminhando para lugar algum e não tenho propósitos.

Ledo engano. Ninguém vive só o agora, pois todas as nossas escolhas têm alguma consequência, seja boa, ótima, ruim ou péssima. Só estão fora do nosso controle. O próprio acaso nos leva para algum lugar, mesmo que não aponte para direção nenhuma.

Quem faz pontaria no nada, corre o risco de acertar em cheio.

Até mesmo equações vazias têm resultados mesmo que sejam incertos, mas nem sempre.

Nada X Nada = Nada.

É como chutar a bola pra cima e torcer que tome, por si só, a direção do gol adversário

Cultura de botequim:

— Ei você! Alguém grita para alguém.
— Desemboca meu! Respondeu o outro, chapado, como sempre.
O primeiro tenta aprofundar a conversa e pergunta: — Para onde está indo?
— Não sei, respondeu o outro.
— então me avisa quando chegar lá.
Fim de papo.

Jesus disse: vinde a mim todos vós que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei. Disse isso sem fornecer endereço fixo nem mencionar o nome de uma religião. Nem poderia, pois falava sobre um estado de alma e não de um local. Ele nos mostra o caminho que conduz a uma condição interior, que instituições religiosas não podem oferecer, pois este tipo de mercadoria não consta como presente em seu estoque. Só ele tem para dar.

Tiago 1: 5. Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada. Peça-a, porém, com fé, não duvidando; pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, que é sublevada e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa, homem vacilante que é, e inconstante em todos os seus caminhos.